quinta-feira, 24 de março de 2011

Eco-hipocrisia

Está se aproximando o dia da Hora do Planeta, um movimento que pretende apagar as luzes de diversos lugares durante 60 minutos para, de acordo com os organizadores (a ONG WWF), mobilizar a sociedade em torno da causa do aquecimento global.


A iniciativa é louvável, não fosse um detalhe: Falhou miseravelmente. As pessoas que deveriam ser conscientizadas, em sua maioria, não fazem nada pelo meio ambiente durante todo o resto do ano. As pequenas atitudes que podem ser tomadas sendo respeitado o bom senso (o que não inclui, como sugeriram no twitter, reutilizar a água da máquina de lavar) normalmente não são tomadas por essas pessoas. 


Isso quer dizer que a Hora do Planeta se tornou uma espécie de mea culpa que as pessoas fazem, sendo o raciocínio o seguinte: "Eu apago minhas luzes por uma hora, estou colaborando".


"Ah Guto, mas até os governos apagam as luzes"


Os governos, esses antros de boa vontade, apagam as luzes por que é extremamente populista afirmar que eles 'apagam as luzes pelo planeta'. Com um detalhe importante: Eles só apagam as luzes de monumentos e etc., que chamam a atenção. Aposto um bombom como o Palácio do planalto vai estar aceso e com os ar-condicionados ligados durante a Hora do Planeta.


Se eu perder a aposta e você viu essa postagem (e, claro, tiver como provar que o Palácio estava apagado) me mande um e-mail com seu nome e endereço que o bombom chegará.

12 comentários:

  1. Eu também acho que esse tipo de iniciativa é tão "eficiente" quanto fazer passeatas vestido de branco contra a violência...

    ResponderExcluir
  2. É aquela história... O cara faz xixi no banho e acha que está salvando o planeta.

    ResponderExcluir
  3. Existem muitas coisas simples que as pessoas deveriam fazer para ajudar na situação. Eu acho muita hipocrisia jogar lixo nas ruas (entre outras coisas) durante o ano inteiro e "salvar o planeta" desligando as luzes por uma hora e pronto.

    É muita coisa muito cômoda e faz bem para a consciência das pessoas... =P

    ResponderExcluir
  4. "Todos querem salvar o mundo,mas ninguém quer ajudar a mãe a lavar a louça"

    A idéia é essa.

    ResponderExcluir
  5. Seria uma atitude até louvável se este papo de "aquecimento global" fosse verdade; já que não é, é bobagem apagar as luzes...

    ResponderExcluir
  6. Apagando ou não
    a produção de energia elétrica vai ser a mesma, o combustível fóssil utilizado vai ser na mesma quantidade..
    eles não irão reduzir a quantidade queimada pq a demanda de energia elétrica caiu por uma horinha só, nem fechar comportas das hidrelétricas
    para ter efeito sério..precisa ser de um prazo maior
    esses "Ecochatos" são muito bananas

    ResponderExcluir
  7. Esta certo.. Agora num tem mais ecochato mas tem aqueles alienados que se "preocupam" com aquecimento global acreditam fielmente em desenvolvimento sustentavel mas não deixa de consumir.. num deixa de ser materialista.. ver propragandas e comprar sem necessidade..

    ResponderExcluir
  8. Primeiro que o mundo nunca vai acabar, ok? Só os otários que não sabem de GEOGRAFIA, acha que tá acabando o mundo! Tá aumentando a temperatura? Sim, mas NADA a ver com garrafas, isso é natural, já teve ERA GLACIAL no mundo, o que é aumentar alguns graus?

    ResponderExcluir
  9. O planeta já passou por cataclismas imensos em 4,6 bilhões de anos de sua existencia, de asteroides que quase esterelizaram a vida no planeta até eras glaciais.

    O ser humano existe a mais ou menos 100.000 anos, e nós que somos esses merdinhas achamos que vamos destruir o planeta? Pior achamos que vamos SALVAR o planeta? Se o planeta tivesse uma consciencia ele provavelmente mataria todos nós só rindo dessa idéia...

    Ambientalistas e eco-merdas, não passam de fracassados, inúteis e imprestáveis que gostam de pensar que tem poder para salvar algo, não fazem porra nenhuma alem de reclamar, mas nunca dão uma única solução vivável.

    Querem acabar com as usinas nucleares, a carvão e tudo que gera CO2, mas eles tem alguma alternativa viável e confiavel (por deus não vem falar eolica e solar, todo mundo sabe que essa merda é cara e não é confiável), não, eles não tem nenhuma. Querem acabar com os carros a gasolina, etanol etc, mas eles tem uma alternativa funcional? Não, não tem. Carro eletrico só vai fazer ficarmos mais ainda dependente de energia, o que é desvestir um santo pra vestir outro. Não gostam de comida transgenica, mas eles tem uma alternativa melhor para alimentar os milhares de famintos no mundo? Novamente não tem, e os filhos da puta bem alimentados, ainda querem agricultura organica que produz menos ainda.

    Ambientalistas, eco-merdas, pra mim são como os nazistas, escória de humanidade.

    ResponderExcluir
  10. Na famigerada semana em que iria ocorrer a hora do planeta, estava indo ao centro da cidade para resolver pormenores da vida pessoal, e resolvi, por ossos do ofício, pois sou graduando em Psicologia, observar o comportamento Psico-ambiental dos indivíduos, frente ao bombardeio da panfletagem, da alimentação de rua e etc., o que mais intriga nisso tudo, é que as pessoas demonstram não ter o mínimo de educação ambiental, só pra exemplificar estava caminhando quando fui alvo de uma casca de sorvete. Achei a iniciativa há dois anos, veja bem, DOIS ANOS, bacana ate descobrir: OS KITS DA HORA DO PLANETA, ê povo esperto, a partir de então vi que o ato de “simbolismo” me pareceu um tanto quanto publicitário e marqueteiro. O que mais meche comigo, quanto estudante de Psicologia é que, algumas pessoas esbravejam “Vocês não entendem o ato de simbolismo de apagar as luzes” “A hora do planeta é uma questão de consciência” são citações para mim sem nexo. Consciência de que se têm que cuidar do planeta isso devemos ter todos os dias ou não? Simbolismo? Cara isso é tão patético quanto bancar o cult sem ter conteúdo. Qual é o simbolismo que envolve um ato hipócrita de pessoas mais hipócritas, que só fazem isso durante 60 minutos uma vez por ano? Ahh por favor

    ResponderExcluir
  11. Eu não embarco nessas ondas, pois acho uma coisa extremamente hipócrita e cheia de intenções mal disfarçadas.
    Essas pessoas que se consideram mais conscientes e preocupadas com o planeta, são exatamente iguais a vegetarianos, ou evangélicos: acham que estão num patamar superior de existência, se envaidecem e alimentam seu ego com a sensação de que podem passar lições aos demais ignorantes e menos esclarecidos. A grande verdade é que essas pessoas só querem se envaidecer e exibir. Elas não têm qualquer critério e opinião própria sobre aquilo que realmente faz diferença para o planeta, só embarcam nas modinhas para se sentirem incluídas, fazendo parte de algo maior.
    Quais os maiores problemas ambientais de hoje??? Se o mundo está mesmo condenado pelo efeito estufa, que diferença faz eu continuar usando sacolas plásticas descartáveis? Que diferença faz eu penalizar agricultores para manterem a tal "reserva legal" se essa área pode ser de eucalipto ou pinos, com menos biodiversidade do que um gramado?
    Tudo é hipocrisia... o pão de açucar, por exemplo, fica regulando sacolinhas com a desculpa de proteger o meio ambiente, mas só quer reduzir custos, pois ele vende goiaba, abacaxi, e várias frutas descascadas em embalagens de isopor.
    E essas pessoas que apagam as luzes, estão preocupadas com a poluição dos grandes centros? Aceitam usar carros pequenos, motor 1.0? Aceitam usar transporte público?
    Sou a favor da liberdade antes de tudo. As pessoas devem ser livres para decidir o que querem fazer, mas devem pagar mais por isso. Porque não taxar mais alimentos cujo preço da embalagem é muito maior do que o do conteúdo? Porque não aumentar impostos de produtos não recicláveis e não biodegradáveis?
    Não se faz nada que realmente dê diferença, pois o mais importante é aparecer, vestir a camisa do ambientalismo e fazer passeata na esplanada. Oba-oba e pizza, afinal isso é Brasil!

    ResponderExcluir
  12. para os alienado acima:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_geot%C3%A9rmica

    ResponderExcluir